Todas as legendas que apoiavam Marcito Pinto (PSDB, PL, PSB, PSD e Solidariedade) caíram fora da coligação, quando o nome de Caudal foi anunciado pelo PDT

Não é verdade que o nome do novo candidato do PDT em Ji-Paraná, o advogado e professor Juan Cuadal tenha apoio de outros partidos, em sua cidade. Todas as legendas que apoiavam Marcito Pinto (PSDB, PL, PSB, PSD e Solidariedade) caíram fora da coligação, quando o nome de Caudal foi anunciado pelo PDT. Um dirigente partidário do município, resumiu a situação: “jamais nos consultaram sobre essa candidatura. Houve total desrespeito. Além disso, nós jamais apoiaríamos um candidato da esquerda!”. Os dirigentes municipais de todos os partidos já encaminharam pedido à Justiça Eleitoral, para que sejam excluídos da aliança que havia sido combinada, antes do nome de Cuadal ser lançado, apenas pelo PDT, sem consulta aos parceiros que estavam no mesmo barco. A partir disso, as legendas que caíram fora da coligação, vão liberar seus candidatos a vereadores, para que apoiem o candidato à Prefeitura que escolherem. Para praticamente todos os comandantes das siglas que caíram fora do acordo anterior, Cuadal defende teorias de esquerda, coisa que os partidos anteriormente aliados ao PDT não aceitam. Portanto, não há apoio ao candidato que substituiu Marcito Pinto, além dos próprios pedetistas

Comentários

comentários