O candidato prometeu ser o prefeito que vai tirar a Energisa de Porto Velho. Prefeito não tem autonomia para isso, fato esse que o advogado em tese deveria saber muito bem, resta  saber a posição da Ordem dos Advogados quando um inscrito na Ordem tenta de forma não correta usar a sua imagem como “advogado do povo” para tentar enganar o mesmo.

O candidato a prefeito de Porto Velho, Breno Mendes, foi convidado a se retirar das imediações do plenário da Assembleia Legislativa após causar tumulto durante a CPI da Energisa. Inicialmente ele gravou um vídeo em frente à Assembleia dizendo que seria o prefeito que tiraria definitivamente a concessionária de energia da capital. Breno, como advogado, deveria saber muito bem que nenhum prefeito tem autonomia para fazer uma coisa dessas, por isso posteriormente sua atitude foi classificada como “ato politiqueiro”.

 

Depois de prometer o que não tem condições de fazer como prefeito, Breno Mendes, que está em campanha, foi até o plenário. Feito uma “*vedete querendo se mostrar” ele atrapalhou a fala do deputado federal Léo Moraes, que o convidou a se retirar do local. Léo Moraes, como parlamentar federal, tem fiscalizado as ações da Energisa e cobrado providências da Aneel em relação à empresa.

Léo Moraes pareceu irritado com Breno Mendes, que aparentemente se comportava com um parlamentar federal. Como concessão a empresas de energia elétrica é uma atribuição da União, Léo empunhou a bandeira desde o início.

 

Depois de sair do plenário, Breno Mendes foi “rodou a baiana” nas galerias da Assembleia Legislativa, onde ficou “*carcarejou alto”, atrapalhando a reunião. O presidente da CPI, deputado Alex Redano, pediu para que ele parasse.

 

Redano já tinha informado que não poderia permitir que Breno falasse, porque o candidato poderia ser acusado de tentar desequilibrar as eleições, já que os demais concorrentes à prefeitura não teriam a mesma oportunidade.

 

Depois disso Breno foi acusado de tentar fazer da CPI um circo. “Você precisa crescer politicamente e como homem. O que aconteceu aqui foi uma palhaçada, uma falta de respeito com a população rondoniense. Que isso não se repita mais, usar politicagem para ganhar votos”, disse Alex Redano.

*VEDETE: “Ele se sente alvo das atenções de todo o país, com o risco de propender ou resvalar para o estrelismo, o vedetismo, o marketing pessoal, a chance de sentir um pop star, reconhecido nas ruas, com foto nos jornais, imagem no noticiário.”
Zero Hora, 01/12/2012

*CARCAREJOU: Som característico das aves (geralmente da galinha).
No sentido figurado, é a pessoa que fala muito, tagarela.

 

Comentários

comentários