Aproveitando o processo sumaríssimo da Justiça Eleitoral, quando o acusado não é ouvido quando se trata de liminar, o advogado Nelson Canedo ingressou com ação eleitoral em nome do candidato Leonel Bertolim (PTB), mesmo não representando juridicamente o petebista, para tumultuar o processo eleitoral em Porto Velho. Canedo, legítimo contratado do candidato acusado de agressão a mulheres, Breno Mendes, ingressou com ação em nome de Bertolim questionando uma série de matérias jornalísticas divulgadas pela imprensa acerca das ações da prefeitura de Porto Velho, como sempre foi feito nos últimos quatro anos.

A ação foi recebida pela juíza Fabíola Cristina Inocêncio que determinou a retirada de matérias de vários sites de notícias que a magistrada entendeu que não há necessidade de veiculação.

Na verdade, a juíza foi levada ao erro. Em uma das matérias, os jornais publicam as novas rotas do transporte coletivo e outras ações de orientação necessárias a população. A juíza, pautada pelo erro imaginário de Canedo, mandou excluir as postagens, mesmo não tendo nada a ver com o prefeito Hildon Chaves.

Nelson Canedo é um velho conhecido da advocacia rondoniense. Hoje ele defende as ex-prefeitas acusadas de corrupção e afastadas do cargo, Gislaine Lebrinha (São Francisco) e Glaucione Rodrigues (Cacoal). Ele recebeu 100 mil reais e hoje é vítima da ojeriza até das clientes porque há 30 dias nem mesmo comparece ao presídio para dar satisfação do seu trabalho. Canedo está muito preocupado em defender o candidato Breno Mendes, cujo mentor é o deputado Jair Montes, aliado do governador e do chefe da Casa Civil, Junior Gonçalves, o verdadeiro chefe de Canedo, que está ficando milionário defendendo corrupto.

Breno aproveita a mentira

O candidato Breno Mendes, agressor de mulheres conforme BO, aproveitou a ajuda do amigo e advogado Nelson Canedo e compartilhou junto com seu amigo Jair Montes várias mentiras sobre Hildon Chaves. Chegou a dizer que a candidatura de Hildon estava cassada. O blogueiro que mora em Brasília e que saiu de Natal (RN), Alan Alex, cliente de Canedo (permuta), divulgou o assunto de forma parcial para prejudicar o candidato Hildon Chaves. Alan mora em Brasília e vive tentando acordos não republicanos com autoridades de Rondônia para manter seu alto padrão na Capital Federal.

RONDONIAGORA

Comentários

comentários