Connect with us

#Saúde

Moderna: vacina experimental para covid-19 apresentou eficácia de 94,5% na fase 3

Published

on

A Rússia, por sua vez, afirmou que sua vacina experimental, conhecida como Sputnik V, registrou 92% de eficácia

A farmacêutica americana Moderna anunciou nesta segunda-feira que sua vacina experimental contra a covid-19 apresentou eficácia de 94,5% em resultados iniciais da fase 3 dos testes clínicos.

Na semana passada, os laboratórios Pfizer e BioNTech também haviam informado que seu potencial imunizante para o coronavírus se mostrou 90% efetivo.

A Rússia, por sua vez, afirmou que sua vacina experimental, conhecida como Sputnik V, registrou 92% de eficácia.

“Este é um momento crucial no desenvolvimento de nossa candidata a vacina para covid-19”, disse o CEO da Moderna, Stéphane Bancel. “Desde o início de janeiro, temos perseguido esse vírus com a intenção de proteger o maior número possível de pessoas ao redor do mundo”, acrescentou.

A farmacêutica disse que pretende pedir à Administração de Medicamentos e Alimentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) a autorização para uso emergencial da vacina nas próximas semanas.

Os dados apresentados hoje são de testes realizados com 30 mil pessoas. Os resultados mostraram que 90 voluntários que receberam injeções de placebo contraíram a covid-19, enquanto apenas 5 que receberam a vacina ficaram doentes. Essa proporção de 94,5% de eficácia, porém, ainda pode mudar quando a contagem final for feita nas próximas semanas.

“A análise preliminar sugere um perfil de segurança e eficácia amplamente consistente em todos os subgrupos avaliados”, diz um trecho do comunicado da empresa. De acordo com a Moderna, seu potencial imunizante para o coronavírus tem uma vida útil de 30 dias mesmo se for mantido em geladeiras convencionais.

Comentários

comentários

#Rondônia

Muitos não ligam pela sua vida, imagina com uma “multinha”, números mortos em alta

Published

on

O Estado de Rondônia bateu um recorde quanto ao número de mortes por covid-19
em apenas em um único dia.

Foram 66 óbitos registrados nestas 24 horas é o que apontar o boletim 852.

De acordo com a Secretaria Estatual de Saúde, na última sexta-feira (5), Rondônia
chegou à marca de 3.040 vidas perdidas para o coronavírus.

Hoje, o Estado soma 3.148 óbitos, 108 pessoas morreram desde a sexta-feira até
esta segunda.

Logo hoje o dia internacional da mulher.

O milagre irá acontecer, não com as vacinas mas com tudo liberado e com “as multinhas”, do Guarda Rocha.

Comentários

comentários

Continue Reading

#Saúde

Ministério da Saúde confirma acordo com a Moderna para compra de doses

Published

on

Ministério da Saúde confirma acordo com a Moderna para compra de doses
O Ministério da Saúde informou à CNN nesta sexta-feira (5) que fechou acordo com a Moderna para compra de vacinas contra a Covid-19 produzidas pela farmacêutica americana.

Ao todo, o acordo prevê 13 milhões de doses da vacina no segundo semestre de 2021.

Segundo integrantes da pasta, o acordo foi fechado durante a reunião do secretário-executivo do ministério, Elcio Franco, com representantes da Moderna na manhã desta sexta (5).

Os auxiliares do ministro Eduardo Pazuello ressaltaram que o contrato ainda não foi fechado. A previsão é de que a assinatura ocorra nas próximas semanas após ajuste dos termos.

Confira o cronograma previsto de entrega das doses da vacina:
Total: 13 milhões de doses em 2021

Até final de julho: 1 milhão de doses
Até final de agosto: 1 milhão
Até final de setembro: 1 milhão
Outubro e dezembro: 10 milhões

Comentários

comentários

Continue Reading

#Saúde

VACINAÇÃO: Porto Velho imunizou mais de 23 mil pessoas contra a Covid-19

Published

on

O município de Porto Velho recebeu mais 3.800 doses da vacina CoronaVac que chegaram na Capital na quarta-feira (3). O novo lote será utilizado para a continuidade da primeira fase do Plano Municipal de Imunização. As doses foram enviadas pelo Ministério da Saúde e entregues por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa).

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) já imunizou aproximadamente 23.500 pessoas dos grupos prioritários, sendo trabalhadores da saúde em atividade na linha de frente e idosos com idade acima de 80 anos. Desse total, 15 mil profissionais da saúde foram contemplados com a primeira dose e outros 5 mil com a segunda. Além disso, 3.560 idosos com 80 anos acima também receberam a primeira dose do imunizante.

A meta do Ministério da Saúde (MS) estabelecida para Porto Velho é imunizar 20 mil profissionais da saúde em atividade na linha de frente. Com a primeira dose, a Prefeitura de Porto Velho já atingiu 75% desta meta. Para os idosos, o MS prevê a imunização de 3.700 idosos com idade acima de 80 anos. Com as 300 vagas abertas para vacinação deste público, que ocorre até amanhã, a meta será alcançada.

FORÇA TAREFA

Deste a última terça-feira (2), a Prefeitura de Porto Velho, através da Semusa, está vacinando com a segunda dose trabalhadores da saúde que receberam a primeira dose da vacina na força-tarefa realizada em fevereiro.Lote com mais de 3,8 mil doses da CoronaVac foi destinado a Porto Velho
Lote com mais de 3,8 mil doses da CoronaVac foi destinado a Porto Velho

Também foram garantidas para a primeira dose de agentes funerários, fisioterapeutas e fonoaudiólogos que trabalham com a recuperação de pacientes pós-Covid, além de farmacêuticos, biomédicos e bioquímicos de instituições públicas e privadas que realizam exame (RT-PCR) por meio do Swab. Para esta força-tarefa, que se encerra amanhã (5), o objetivo da Semusa é imunizar 5.100 pessoas dos grupos prioritários.

Na próxima segunda-feira (8), a Comissão de Imunização da Semusa, formada por profissionais de diferentes categorias e setores, se reúne para fazer o balanço das ações executadas até este momento e ainda definir as próximas etapas de vacinação, de acordo com as doses em estoque.

SEGUNDA DOSE GARANTIDA

A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) esclarece que a vacina para aplicação da segunda dose está garantida em estoque para quem já recebeu a primeira dose. Esta foi a recomendação do Ministério da Saúde quando enviou os primeiros lotes aos municípios.

Diante isso, a secretária da Semusa, Eliana Pasini, alerta aos imunizados que fiquem atentos à data da segunda dose que consta no cartão de vacinação. “Os trabalhadores da saúde que já tomaram a primeira dose da vacina devem observar seu cartão e a data marcada e compareçam para a segunda dose. As equipes de Imunização estão no local determinado, mas é compromisso de cada um cuidar da sua saúde”, finalizou a secretária.

Texto: Luciane Gonçalves
Fotos: Carlos Sabino e Wesley Pontes

Comentários

comentários

Continue Reading
Advertisement

CADASTRE-SE

Newsletter

* indicates required

Trending