Este sindicato repudia a situação vivenciada pelos servidores

O Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Estado de Rondônia – Sindsef/RO recebeu a denúncia de que servidores da saúde tiveram as refeições, inclusive o café, cortada pela empresa terceirizada que fornece alimentação no Hospital de Base Ari Pinheiro, em Porto Velho.

Segundo informações, a empresa alega que está com atraso nos pagamentos pelo Governo do Estado e por isso, sem condições de oferecer refeições aos servidores, que estão sendo orientados por funcionários da empresa, a levarem a própria alimentação, inclusive materiais descartáveis, como copos e talheres, em falta no hospital.

No entanto, não são apenas os servidores que estão sendo prejudicados, há denúncias de que os pacientes e acompanhantes também estão sendo afetados pela crise no Hospital de Base. Informações relatadas ao Sindsef/RO, destacam que as refeições estão chegando aos pacientes fora de horário, a exemplo do café da manhã servido por volta das 10 horas, do almoço às 14 horas e jantar depois das 22 horas.

O Sindsef/RO, por meio da Diretoria Executiva, recebe tal denúncia com preocupação, pois nesse momento em que os servidores da saúde se encontram exaustos e cansados, trabalhando na linha de frente da Covid-19, recebem como reconhecimento das autoridades, o cerceamento do básico, que é o direito à alimentação durante o serviço de plantão.

Este sindicato repudia a situação vivenciada pelos servidores do Hospital de Base e irá solicitar informações da Direção do Hospital sobre o fato.

Comentários

comentários