sexta-feira, dezembro 4, 2020
Início Site

Atenção: Ministério da Saúde divulga plano para aplicação da vacina contra o coronavírus

Após reunião realizada na última terça-feira, 1°, o Ministério da Saúde (MS) divulgou informe técnico de como será feita a distribuição e fases de vacinação contra a Covid-19. Inicialmente, serão vacinadas somente as pessoas de grupos prioritários. De acordo com o órgão, o processo será realizado em quatro fases e os grupos prioritários receberão as doses conforme logística de entrega a ser definida. Para o restante da população ainda não há programação de cobertura.

“É importante destacar que o plano que está sendo discutido ainda é preliminar e sua validação final vai depender da disponibilidade, licenciamento dos imunizantes e situação epidemiológica de cada região”, enfatizou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia. Durante a reunião foram tratados pontos como: grupos prioritários, eixos estratégicos do plano operacional, expectativas de prazos, investimento em rede de frios (refrigeração) para armazenamento das doses, processos de aquisição de agulhas e seringas para atendimento da demanda e fases da imunização em massa.

Vacinação

Durante a reunião, a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do MS, Francieli Fantinato, detalhou que a vacinação deve transcorrer em quatro fases, obedecendo a critérios logísticos de recebimento e distribuição das doses. As fases desenhadas pela equipe técnica priorizam grupos, que levam em conta informações sobre nuances epidemiológicas da Covid-19 entre os brasileiros, bem como comorbidades e dados populacionais.

Fases

Na primeira fase, conforme a chefe do PNI, devem entrar trabalhadores da saúde, população idosa a partir dos 75 anos, pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas) e população indígena. A segunda etapa abrange pessoas de 60 a 74 anos. A terceira fase prevê a imunização de pessoas com comorbidades que apresentam maior chance para agravamento da doença (como portadores de doenças renais crônicas e cardiovasculares). A quarta e última, do grupo prioritário, deve incluir professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade.

Cobertura

As quatro etapas da campanha visam um total de 109,5 milhões de pessoas imunizadas, em duas doses, como previsto pelos esquemas vacinais dos imunizantes já garantidos pelo Ministério da Saúde – Fiocruz/AstraZeneca e por meio da aliança Covax Facility. Durante a reunião, a chefe do PNI destacou que o planejamento de população vacinada e fases são preliminares e podem sofrer alterações, a depender de novos acordos de aquisição de vacinas com outras farmacêuticas, após regulamentação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Nestes tempos melhor ficar em casa mesmo: Sensitiva anuncia queda de avião no Brasil com centenas de mortes e companhia aérea é avisada às pressas

Vidente fez apelo público e foi atendida por companhia após causar pânico com revelação

Lene Sensitiva havia feito uma previsão um tanto quanto assustadora sobre a possível queda de um avião no Brasil. Após fazer um apelo público a uma companhia aérea, a famosa foi atendida, nesta quarta-feira (2).

Para quem não acompanhou, Lene havia previsto que um gravíssimo acidente aconteceria nessa data. Ela afirmou que suas visões mostraram que inúmeras pessoas seriam mortas e entregou que seria algo de forte abalo.

Bastante gente ficou assustada, uma vez que a tal sensitiva já teve diversos acertos em suas previsões. Contudo, após a revelação da famosa, por coincidência ou não, a empresa que seria responsável pelo acidente mudou o horário do suposto voo.

“Quero agradecer a Gol Linhas Aéreas por ter me escutado e ter poupado tantas vidas que iriam ser perdidas. Gratidão mesmo. O voo onde várias pessoas iriam falecer foi cancelado. Deus abençoe grandemente. Agora, estou em paz”, declarou Lene.

Sensitiva faz revelação sobre celebridades
Em outro desabafo, a famosa também fez previsões sobre algumas pessoas do meio artístico, mas sem citar nomes. “Durante os mantras que fiz, tive uma forte visão de um apresentador que vai descobrir uma doença muito grave”, começou dizendo.

“Vi também a partida de uma atriz muito famosa. Espero estar errada, mas infelizmente vi ela partindo”, lamentou a vidente.

Basa promove campanha de incentivo ao voluntariado e a solidariedade aos mais vulneráveis

Com o tema “Doe! Um gesto simples que transforma vidas”, o Banco da Amazônia (Basa) está promovendo uma campanha para incentivar o voluntariado e a solidariedade às pessoas em situação de vulnerabilidade social que vivem nos estados da Amazônia Legal.

A iniciativa visa contribuir com àqueles que mais sentiram os impactos gerados pela COVID-19 e vêm sofrendo seus efeitos não somente na saúde, mas também estão enfrentando os danos sociais e econômicos causados pela pandemia, situação enfrentada, por exemplo, por famílias que tiveram a renda reduzida nos últimos meses.

“Mês de dezembro chegando e o momento de compartilhar solidariedade fica ainda mais presente entre as pessoas. Queremos aproveitar esse clima fraterno para incentivar as pessoas a ajudarem quem mais precisa e vem sofrendo no meio dessa pandemia”, relata Valdecir Tose, presidente do Basa.

Com a participação de todas as superintendências regionais do banco localizadas nos estados da Amazônia Legal, a campanha está incentivando a doação de alimentos não perecíveis, cestas básicas, artigos de higiene pessoal, fraldas geriátricas, máscaras e álcool gel e, ainda, a doação de recursos financeiros, que deverão ser depositados direto nas contas correntes das entidades assistenciais que estão sendo apoiadas pela instituição bancária.

Ao todo, 14 organizações serão beneficiadas com a ação. São elas: Educandário Santa Margarida e Lar dos Vicentinos, no Acre; Obra Social Casa Mamãe Margarida, no Amazonas; Escola de Cegos do Maranhão e Instituto Antônio Brunno, no Maranhão; Associação de Amigos da Criança com Câncer (AACC) e Rotary International (RI), no Mato Grosso; Obras Sociais da Paróquia de Nazaré (Ospan), Associação de Pais de Pessoas com Necessidades Especiais do Tapajós (APPNET) e Projeto Futuro Melhor, no Pará; Associação Wesleyana de Ação Social (Awas) e Associação São Tiago Maior, em Rondônia; Associação Grupo de Mães Anjos de Luz, em Roraima; e Grande Loja Maçônica do Estado do Tocantins, em Tocantins.

“Instituição socialmente responsável, o Banco da Amazônia vai além de suas ações creditícias, daí a promoção de mais esta campanha para estimular o espírito solidário entre seus colaboradores, a atuação voluntária e a criação de uma rede de solidariedade com o auxílio de clientes, parceiros e da sociedade em geral para contribuir com os mais vulneráveis”, ressalta o presidente do Basa.

Trabalhadores terão nova chance de solicitar o saque emergencial do FGTS

Trabalhadores de todo o país que não solicitaram o Saque Emergencial do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) vão ter um nova oportunidade entre os dias 7 e 31 de dezembro. Isso porque, nesta última segunda-feira (30), a Caixa informou que cerca de R$ 7,9 bilhões do montante creditado em poupança digital não foi movimentado e, por isso, vai retornar para as contas vinculadas dos trabalhadores, devidamente corrigidos.

Caso queira, o trabalhador vai poder sacar até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas as contas ativas e inativas que possua no FGTS. A solicitação deve ser feita por meio do aplicativo do FGTS, já a partir da próxima segunda (7). De acordo com a Caixa, é preciso estar com os dados cadastrais atualizados para receber o saque emergencial.

Criado pela Medida Provisória 946/20, o Saque Emergencial FGTS tem o objetivo de ajudar os brasileiros no enfrentamento à pandemia da Covid-19. Desde o início do calendário de saques, foram disponibilizados R$ 37,8 bilhões. Para mais informações, acesse: fgts.caixa.gov.br.

MEC determina volta às aulas presenciais em instituições federais a partir de janeiro

O Diário Oficial da União publica nesta quarta-feira, 2, portaria do Ministério da Educação (MEC) determinando que instituições federais de ensino superior voltem às aulas presenciais, a partir de 4 de janeiro de 2021. Para isso, as instituições devem adotar um “protocolo de biossegurança”, definido na Portaria MEC nº 572, de 1º de julho de 2020, contra a propagação do novo coronavírus (covid-19).

O documento estabelece ainda a adoção de recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação ou outros meios convencionais, que deverão ser “utilizados de forma complementar, em caráter excepcional, para integralização da carga horária das atividades pedagógicas”.

O texto da portaria diz, também, que as “práticas profissionais de estágios ou as que exijam laboratórios especializados, a aplicação da excepcionalidade”, devem obedecer as Diretrizes Nacionais Curriculares aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), “ficando vedada a aplicação da excepcionalidade aos cursos que não estejam disciplinados pelo CNE”.

O documento estabelece, que, especificamente, para o curso de medicina, “fica autorizada a excepcionalidade apenas às disciplinas teórico-cognitivas do primeiro ao quarto ano do curso, conforme disciplinado pelo CNE”.

Presidente da Assembleia Laerte Gomes parabeniza Hildon Chaves por sua reeleição a prefeito de Porto Velho


Uma vitória maiúscula! uma vitória gigante!”.

O presidente da Assembleia Legislativa, Laerte Gomes (PSDB), parabenizou da tribuna, na sessão da tarde desta terça-feira (01), a reeleição do prefeito Hildon Chaves (PSDB), com seu vice, Maurício Carvalho (PSDB), em Porto Velho.

“Estou aqui hoje para parabenizar a reeleição do prefeito Hildon Chaves (PSDB) e ao seu vice, Maurício Carvalho (PSDB), com quase 110 mil votos da população de Porto Velho, fruto do trabalho que desenvolveu ao longo de quase quatro anos de mandato”, destacou.

Laerte Gomes enalteceu ainda o trabalho da justiça eleitoral, que assegurou um pleito transparente, mesmo em meio à pandemia. “Foi mais uma eleição segura, na capital e no interior. Parabenizo ainda a participação de todos os candidatos e enalteço a participação da Cristiane Lopes (PP), que fez 45% dos votos. E destaco o nosso amigo, parceiro e aliado de partido, Hildon Chaves, reeleito com 55% dos votos válidos”.

Segundo o presidente, “uma reeleição não é fácil, ela é complexa. É um plebiscito, onde a população de Porto Velho mostrou que aprovou a gestão de Hildon Chaves para continuar por mais quatro anos na prefeitura da nossa capital. Uma vitória maiúscula! uma vitória gigante!”.

Para Laerte Gomes, “em um momento de dificuldade, de pandemia do coronavírus, prefeito ser reeleito é porque tem credibilidade, é porque tem trabalho prestado. quero deixar meus parabéns, meu desejo de sucesso ao prefeito Hildon Chaves e ao vice, Maurício Carvalho. Que continuem o trabalho e acelerem as obras importantes, com a continuação do projeto de pavimentação asfáltica, com a capital carente de cerca de 250 quilômetros de asfalto”.

Laerte observou que o prefeito reeleito já anunciou que seu desafio é fazer saneamento básico para a capital. “Essa prioridade precisa ser encarada. Estamos no século XXI e Porto Velho em muito pouco de rede de água tratada e quase zero de esgotamento sanitário. O prefeito deverá buscar um modelo de Parceria Público-Privada (PPP), inclusive com a licitação já avançada, para que em oito ou dez anos, possa a capital ter a universalização de água tratada e esgoto”.

O presidente lembrou que “quando fui prefeito de Alvorada do Oeste, dei prioridade às obras de saneamento e lá deixei com 100% de água tratada e 100% de rede de esgoto, na cidade e também nos distritos. A transformação é muito grande, principalmente lá na ponta, na saúde”.

Ao finalizar, Laerte pontuou que “agora em Ji-Paraná, estamos começando a vivenciar as obras de 100% de saneamento básico, a mais importante obra da história do município, numa parceria dos Governos federal e estadual, que vai transformar a qualidade de vida da população”.

PF faz operação para prender suspeito de desmatar, queimar, lotear e vender glebas de Terra Indígena em Rondônia

A Polícia Federal (PF) realiza uma operação, nesta quarta-feira (2), para prender um suspeito de desmatar, queimar, lotear e vender glebas ilegalmente dentro da Terra Indígena (TI) Karipuna, distrito de União Bandeirantes, em Porto Velho.

A operação, chamada de Kawyra, visa cumprir um mandado de busca e apreensão e um de prisão preventiva, ambos expedidos 3ª Vara da Justiça Federal.

Segundo a PF, o alvo do mandado de busca de prisão é um dos principais suspeitos de invadir a TI Karipuna. O nome do suspeito não foi divulgado.

O nome da operação, Kawyra, tem origem na língua indígena Karipuna e significa “floresta”. O alvo da operação nesta quarta-feira, caso seja localizado, será ouvido na sede da PF e depois levado ao sistema prisional estadual da capital.

Energisa tem 75 vagas abertas para contratação imediata em Rondônia

Estado que já atraiu trabalhadores de várias regiões do país para a construção de grandes usinas hidrelétricas, Rondônia vive uma nova fase de oportunidades no setor elétrico. O Grupo Energisa, que desde outubro de 2018, quando assumiu a distribuição de energia local, ampliou em mais de 50% seu quadro de colaboradores diretos e indiretos, está com 75 vagas abertas no estado, para contratação imediata. Há oportunidades para profissionais de vários perfis, de assistentes administrativos a engenheiros, passando por técnicos eletricistas. Todos poderão se engajar em um projeto estratégico para a empresa: ampliar ainda mais o número de equipes da concessionária nas várias regiões do estado.

De acordo com a responsável pelos recrutamos, Sabrina Valmorbida Amorim, há oportunidades também para pessoas com deficiência (PCDs). Ela explica que Energisa mais que dobrou o número de equipes nos últimos anos em Rondônia. Para isso, foram desenvolvidos diversos projetos de capacitação de mão de obra local, em parceria com Sesi, Senai e até o Exército. A pandemia de Covid-19, porém, impôs novos desafios.

“Mesmo em meio a pandemia, estamos mantendo várias frentes de treinamento, respeitando os protocolos de segurança, como formação de eletricistas de distribuição, formação de eletricistas de linha viva e resgate em torres de transmissão, Direção Defensiva e Off Road, além das trilhas de liderança na modalidade EAD. O crescimento da rede e o compromisso com a qualidade assumido exigem uma agilidade na formação de mão de obra qualificada para a execução das atividades”, explica.

Na busca por esses profissionais, a empresa está recrutando em outras unidades do grupo, presente em 11 estados, e também decidiu divulgar as vagas fora de Rondônia. “Nossa preferência é por mão de obra local, mas a demanda é muito grande e justifica esse esforço em outros estados. A Energisa tem se mostrado uma forte empregadora. Na prática, a empresa criou uma em cada três vagas abertas desde que chegou ao estado”, diz.

O diretor-presidente da Energisa, André Theobald, explica que a necessidade de novos profissionais continuará alta nos próximos anos, devido aos investimentos planejados. A empresa já entregou nove novas subestações esse ano, vai entregar mais três e tem outras 11 para tirar do papel em 2021 e 2022. A empresa faz questão, porém, de profissionais comprometidos com a qualidade e com a segurança.

“A segurança é nosso principal valor. Estamos investindo, ampliando a rede de distribuição, e buscamos profissionais com esse compromisso para reforçar nossas equipes. Em paralelo, vamos manter os projetos de capacitação das equipes atuais e de jovens interessados em atuar no setor”, completa.

Veja no quadro abaixo algumas das vagas disponíveis e os links para inscrições:

VAGAS POR REGIÃO CONFIRA:

ELETR DISTRIBUICAO I

JARU

https://jobs.kenoby.com/grupoenergisa/job/eletricista-de-distribuicao-i/5fb6e8bada4eb32e36fd2f5e

ASSIST ADMINISTRATIVO I

CACOAL

CLIC AQUI

TEC DISTRIBUICAO I

JI PARANA

https://jobs.kenoby.com/grupoenergisa/job/tecnico-de-distribuicao-i/5fadaee2e2b2992339ae40cb

TEC TRANSMISSAO I (JI-PARANÁ)

JI PARANA

CLIC AQUI

TEC TRANSMISSAO I

VILHENA

CLIC AQUI

TEC TRANSMISSAO I

ROLIM DE MOURA

CLIC AQUI

TEC TRANSMISSAO I

ARIQUEMES

CLIC AQUI

TEC TRANSMISSAO I

PORTO VELHO

CLIC AQUI

MEDICO COORDENADOR

PORTO VELHO

https://jobs.kenoby.com/grupoenergisa/job/medico-do-trabalho/5f68a9aaf829cc32ad0cb189

TEC MEDICAO INSPECAO I

PORTO VELHO

CLIC AQUI

ELETR INSPECAO I

CACOAL

CLIC AQUI

TEC MEDICAO

CACOAL

CLIC AQUI

ADVOGADO I

PORTO VELHO

CLIC AQUI

ENG ESTUDOS SISTEMA I

PORTO VELHO

CLIC AQUI

ELETRICISTA LT/SE

ARIQUEMES

CLIC AQUI

ENGENHEIRO (SUBESTAÇÃO)

JI PARANA

CLIC AQUI

Mari Gonzalez posa molhadinha de biquíni fio-dental e empina bumbum grandão

A ex-BBB Mari Gonzalez aproveita piscina e compartilha foto quente na web; confira

A influenciadora digital Mari Gonzalez, que participou do Big Brother Brasil 20, voltou a posar com pouca roupa nas redes sociais. A musa usou sua conta oficial no Instagram nesta segunda-feira (30) para publicar uma foto em que aparece aproveitando um dia para lá de quente na piscina. Molhadinha e empinando o bumbum, ela surge só de biquíni na foto.

A legenda da postagem foi especial e, para variar, ela filosofou sobre a vida. “Que a vida continue me levando para destinos tão especiais”, escreveu ela, que ainda usou um emoji de coração e outro com uma árvore. A publicação recebeu nada menos que 270 mil curtidas em algumas horas.

PUBLICIDADE
Monte-Castelo
Na caixa de comentários, os fãs e amigos aproveitaram o espaço e deixaram muitas mensagens carinhosas, repletas de elogios para a beleza da beldade. “Você é o amor da minha vida”, se declarou uma fã, que mantém um perfil em homenagem à Gonzalez. “Amei acompanhar a viagem de vocês”, escreveu outra, usando um emoji de coração. “Perfeição existe e se chama Mari Gonzalez”, garantiu um terceiro internauta.

Lipo inusitada
Semanas atrás, Mari Gonzalez surpreendeu os fãs ao revelar que fez uma lipoaspiração em um local do corpo para lá de inusitado: as axilas. “Ontem eu fiz uma lipo na axila. Estou de repouso, bonitinha. Foi um procedimento bem tranquilo, estou remédio. Algumas coisas estou evitando fazer, como vocês podem ver”, diz a famosa, que estava sendo cuidada pelo marido, o modelo e influencer Jonas Sulzbach.

A musa acabou sendo questionada pelos seguidores e decidiu explicar por qual motivo se submeteu ao procedimento. “Estou bem. Senti um incômodo, mas estou tomando os remédios. Está tudo certo e estou tranquila. Só estou quietinha, que é o mais difícil”, disse ela, que deu alguns outros detalhes a respeito. “Foi rápido, mais ou menos quarenta minutos. Dói um pouquinho, gente, é um procedimento. Dói um pouco, mas achei bem tranquilo”, continuou.

“Fiz porque é uma gordurinha que me incomodava e que não sai com treino e nem com dieta. É gordurinha localizada. Mesmo que eu continuasse treinando e fazendo dieta, não ia sair. Eu sou muito medrosa para procedimento estético, mas se eu fiz é porque confiei no médico. Pensei bastante antes de fazer, nada foi à toa”, garantiu a ex-participante do BBB20.

Veja a postagem original de Mari Gonzalez nas redes sociais:
CLIC AQUI

Eleitor tem 60 dias para justificar ausência em votação

A justificativa deverá conter a documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito

O eleitor que não compareceu às eleições realizadas no último domingo (30) tem até 60 dias para justificar a ausência na Justiça Eleitoral.

A justificativa deverá conter a documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito.

A requisição pode ser feita por meio do aplicativo de celular e-Título, pelo Sistema Justifica ou por meio do comparecimento a um cartório eleitoral para a entrega do Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE), que pode ser preenchido aqui .

O requerimento pode ser enviado pelos correios ao juiz da zona eleitoral na qual o eleitor for inscrito, acompanhado da documentação comprobatória da impossibilidade de comparecimento ao pleito. Veja a relação das zonas eleitorais.

O eleitor que deixou de votar e não justificou a ausência no dia da eleição poderá apresentar justificativa até 14 de janeiro de 2021 (ausência no primeiro turno)e até 28 de janeiro de 2021 (ausência no segundo turno).

O acolhimento ou não da justificativa apresentada ficará a critério do juiz da zona eleitoral em que o eleitor for inscrito. Enquanto não regularizar sua situação com a Justiça Eleitoral, o eleitor não poderá, entre outras coisas, obter passaporte ou carteira de identidade e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial.